Publicações Populares

Escolha Do Editor - 2020

O que é prostatite perigosa

Poucas pessoas sabem o que causa prostatite se não tratada. A próstata é responsável pela saúde dos homens, a interrupção do seu trabalho pode levar a sérias complicações. O acesso oportuno a um médico ajudará a salvar o paciente de um tratamento prolongado e prolongado. Leia como parar a prostatite crônica em homens, cujas consequências podem ser um sério risco à saúde.

Tipos de doença e sintomas

A doença se desenvolve devido a um estilo de vida inadequado, mudanças frequentes de parceiros sexuais e uma profissão sedentária.

A maioria dos pacientes são homens de 30 a 50 anos. Existem vários tipos de doença, cada um com seus próprios sintomas.

A prostatite aguda se desenvolve rapidamente, é perigosa, pois leva à hiperplasia crônica. Aos primeiros sinais, vale a pena entrar em contato com um urologista para que a doença não flua para o estágio crônico.

Este tipo é caracterizado pelos seguintes sintomas:

  1. Fraqueza geral, febre.
  2. Dor no períneo, com micção e defecação.
  3. Impotência

O que é prostatite perigosa para os homens? Se o estágio agudo não for tratado, a doença se tornará crônica. Além disso, a causa da ocorrência é inatividade, imunidade fraca, hipotermia, maus hábitos ou estresse.

Os sinais praticamente não diferem, mas aparecem com mais frequência:

  • Problemas com a micção.
  • Desconforto durante a evacuação, dor leve.
  • Prurido e queimação na área genital.
  • Disfunção erétil.

A prostatite bacteriana também pode ser dividida em crônica e aguda. Difere apenas na causa do desenvolvimento da doença. Com o curso da patologia, a composição das mudanças secretas, os patógenos são bactérias nocivas.

Prostatite calculosa - esse diagnóstico geralmente é feito na velhice. Este é um processo inflamatório no qual calcificações e fosfatos são formados na próstata. Somente um médico pode diagnosticar patologia.

Os sintomas incluem:

  1. Dor no sacro.
  2. Problemas com a micção.
  3. Fraqueza geral e apatia.
  4. Diminuição do desejo sexual.

A prostatite congestiva ocorre principalmente devido a um estilo de vida sedentário. Esta é uma doença crônica causada por distúrbios circulatórios. Muitas vezes, não há sintomas, pode ser confundido com um tipo agudo ou outro. A única maneira de diagnosticar a doença corretamente é através de exames laboratoriais e de ultrassom.

A prostatite infecciosa é um parente próximo da patologia bacteriana. Manifesta o mesmo, mas acontece em uma geração mais jovem de homens que têm uma vida sexual irregular. Tem uma forma aguda e crônica, o agente causador é uma infecção viral e fúngica.

Prostatite purulenta. A consequência mais perigosa é a liberação de pus.

Importante! Se um sintoma for encontrado, você deve consultar imediatamente um médico, pois a infecção pode afetar outros órgãos internos.

Nesse caso, um sintoma adicional é febre.

O que é prostatite perigosa

A próstata é um órgão que apenas os homens têm. A próstata tem funções importantes que afetam diretamente a saúde e a vida sexual.

As principais funções do corpo incluem:

  • Liquefação do ejaculado, na qual o espermatozóide é capaz de fertilizar o óvulo.
  • O desenvolvimento de um segredo.
  • Capacidade de ejeção de esperma.

O que é inflamação perigosa da próstata, se você não iniciar o tratamento a tempo, muitos não sabem. Nesse caso, todas as funções básicas são violadas: barreira, motor e secretora.

O corpo masculino deixa de funcionar normalmente, podem ser provocadas complicações:

  • Disfunção erétil. A impotência pode até causar depressão. Com um grande número de medicamentos especiais, você pode se livrar das consequências. No entanto, tratar os sintomas não ajudará a se livrar do problema. A impotência causada pela falha hormonal pode causar muitas outras doenças perigosas.
  • Distúrbios nervosos. Homens que têm consciência do desamparo sexual ou sentem constantemente desconforto ficam irritados. A apatia é típica para alguns. O estresse pode provocar distúrbios mentais; você precisa da ajuda não apenas de um urologista, mas também de um psicólogo.
  • Infertilidade Se a função secretora é prejudicada, a qualidade do esperma é reduzida significativamente. Isso afeta a atividade do esperma e a capacidade de ter filhos. Essa complicação é menos comum que outras, mas a principal causa de infertilidade é a hiperplasia.
  • Doenças geniturinárias. A doença pode causar estagnação, pedras. Essas complicações ocorrem se a prostatite não for tratada. Problemas significativos com a micção também aparecem.
  • O desenvolvimento do câncer. Você pode provocar o aparecimento de adenoma, hiperplasia prostática benigna ou tumor maligno. Tal resultado requer intervenção cirúrgica urgente e tratamento médico a longo prazo.

A primeira coisa a fazer quando você detectar sintomas é consultar um médico. Pense no seu estilo de vida. A melhor maneira de impedir o desenvolvimento da doença é a prevenção.

Complicações da prostatite aguda

A forma aguda se manifesta nitidamente, pode ocorrer devido a desnutrição, hipotermia grave ou infecção. Nesse caso, pequenos problemas podem evoluir para complicações graves.

Os efeitos da prostatite nos homens:

  1. Abscesso da próstata. Ocorrem sintomas adicionais: febre alta, dor aguda no períneo e dificuldade em esvaziar o intestino e a bexiga.
  2. A forma crônica da doença. Com tratamento prematuro, o processo pode se tornar irreversível. Os sintomas aparecerão periodicamente e, para interrompê-los, você terá que mudar completamente seu estilo de vida, constantemente submetido a terapia preventiva.

Brevemente sobre as causas da prostatite

Os principais fatores que afetam o desenvolvimento da prostatite são:

  • violação do regime térmico. Hipotermia sistemática de todo o organismo ou órgãos genitais. Uma mudança acentuada na temperatura corporal durante os procedimentos de banho,
  • falta de atividade física racional. Estilo de vida hipodinâmico e baixa atividade esportiva,
  • dieta não saudável. A predominância de alimentos gordurosos, falta de vitaminas e minerais suficientes, abuso de álcool,
  • vida sexual instável,
  • infecções sexualmente transmissíveis, especialmente na forma crônica,
  • incumprimento do regime de trabalho e descanso. Excesso de trabalho e falta de sono completo,
  • doenças crônicas do sistema urinário.

A prostatite é classificada por forma: aguda e crônica.

A segunda forma é caracterizada por sintomas moderados. Por esse motivo, o processo inflamatório é adiado, aumenta o risco de complicações.

As consequências da prostatite crônica

Se for tarde demais para combater os sinais de inflamação da próstata e a doença entrar em um estágio crônico, a recaída não demorará muito.

Esta forma tem sérias conseqüências da prostatite nos homens, se não tratada:

  • Tumor benigno. Um adenoma é uma neoplasia de um órgão que apresenta os mesmos sintomas. Um tumor só pode ser determinado por uma ecografia e teste. Às vezes, um adenoma pode causar câncer.
  • Infertilidade Em 45% dos casos, homens que não podem ter filhos sofrem de forma crônica. Você deve consultar imediatamente um médico, caso contrário, o processo será irreversível.
  • Disfunção erétil. Os problemas com uma ereção nem sempre ocorrem; eles não são permanentes, mas periódicos. No entanto, com um apelo prematuro a um urologista, o desejo sexual de um homem é significativamente reduzido.
  • Doença mental. Pode estar em forma branda. Nesse caso, situações estressantes, tensão nervosa e desconforto constante lentamente deixam uma pessoa louca. A depressão terá que ser tratada com antidepressivos, drogas psicotrópicas, se não forem tomadas medidas.
  • Esclerose do órgão. Uma complicação desagradável em que o tamanho do pênis é reduzido, aparecem rugas específicas no pênis. Existe apenas uma saída - remoção cirúrgica da próstata.
  • A ocorrência de doenças do aparelho geniturinário. O processo inflamatório na próstata pode causar o desenvolvimento de outras patologias. Freqüentemente, a inflamação da próstata é acompanhada de vesiculite, pielonefrite, uretrite, cistite ou epididimimorquite.

Não se esqueça das regras de higiene pessoal. Mantenha seus órgãos genitais limpos, evite hipotermia, mudanças frequentes nos parceiros sexuais. Use um preservativo como contraceptivo para promiscuidade. As doenças sexualmente transmissíveis são a causa da inflamação não tratada.

As consequências do dano agudo da próstata

A complicação mais grave da prostatite aguda é o acúmulo de pus nos tecidos da próstata (abscesso da próstata). O tratamento dessa patologia é apenas uma operação para abrir a supuração e os bougieureth da uretra (expansão da uretra através de um bougie de metal especial). Nesse caso, o paciente tem uma condição extremamente grave:

  • aumento da temperatura até 40 graus,
  • severa dor de corte no períneo e genitais,
  • calafrios
  • inchaço da próstata.

A complicação mais comum é o estágio crônico da doença.

Complicações da forma calculada

A patologia é mais característica dos homens após 40 anos. Ocorre devido à formação de pedras. Se você não tratar a forma crônica, as consequências podem ser desastrosas.

As possíveis complicações incluem:

  1. Fibrose da próstata. A doença tem várias etapas, na primeira fase você pode reverter o processo. Com essa patologia, o canal urinário se estreita, os cistos podem se formar.
  2. Abscesso. O processo inflamatório, que é acompanhado por um aumento da temperatura corporal e secreção purulenta.
  3. Enurese. É a incontinência urinária, na qual uma pessoa não pode controlar as viagens ao banheiro. Mais frequentemente, o constrangimento acontece à noite.
  4. Impotência, infertilidade, diminuição da qualidade espermática.
  5. Vesiculite ou outras doenças do aparelho geniturinário.

Complicações estagnadas

Preste atenção! Quando a estagnação ocorre, os problemas começam não apenas na cama, mas também no banheiro.

Muitas vezes, um homem tem um sentimento de esvaziamento incompleto da bexiga.

As seguintes patologias são referidas às consequências da forma estagnada:

  • Doenças de órgãos internos vizinhos. A estagnação pode provocar insuficiência renal, causar um metabolismo mais lento. Existe também um risco de trombose.
  • Paraproctite. Esta é uma inflamação da fibra que está ao redor do reto.
  • Abscesso purulento.
  • Infertilidade
  • Impotência.

Complicações perigosas:

  • adenoma da próstata. Esquema: norma e adenoma da próstata

Uma complicação popular é um tumor benigno que se forma na próstata. Com tratamento incorreto, pode degenerar em um tumor cancerígeno,

    uretrite. Esquema: uretrite nos homens

Estreitamento inflamatório da uretra. Para o tratamento, são utilizados antibióticos e procedimentos para lavar a uretra com soluções anti-sépticas,

Inflamação aguda das vesículas seminais. O tratamento da doença é complexo e demorado. O não cumprimento das condições da terapia, na prática, garante infertilidade,

epididimose. Esquema: a causa da epididimoorquite

Inflamação testicular, rara como doença independente. No curso agudo da doença, uma operação cirúrgica é indicada para remover o testículo (orquiectomia),

pielonefrite. Esquema: pielonefrite

Doença renal bacteriana que freqüentemente causa insuficiência renal. Uma forma crônica da doença pode levar à incapacidade,

cistite. Esquema: cistite

Inflamação da bexiga, muitas vezes complicada pelo refluxo (refluxo) da urina nos rins,

infertilidade Esquema: redução e patologia espermática

A textura e a qualidade do sêmen estão mudando. O primeiro grau da doença requer um tratamento longo e caro. O segundo é praticamente intratável,

violação de ereção. Esquema: ereção reduzida

Inchaço da próstata com prostatite provoca dor durante a relação sexual e ejaculação. Isso leva ao mau funcionamento da função erétil e a uma diminuição do desejo sexual,

Na ausência de tratamento para prostatite, a disfunção erétil completa é inevitável ao longo do tempo,

Falhas sistemáticas nas relações sexuais levam à depressão e impotência psicogênica,

  • esclerose da próstata.A derrota mais terrível é a morte das células da próstata. É uma doença grave e incurável. O paciente é capaz de existir apenas em analgésicos. A doença invariavelmente leva à morte.
  • Importante:Qualquer dano à próstata precisa de tratamento oportuno. Executar a doença é inaceitável. Tendo se familiarizado com o que é prostatite perigosa, um homem deve ouvir seus próprios sentimentos. Se você sentir desconforto na área genital, consulte um médico.

    Tratamento e prevenção modernos

    Quanto mais cedo você consultar um médico, maior a chance de recuperação. O urologista prescreverá terapia medicamentosa. Pode ser antibióticos e outros agentes antibacterianos, preparações anti-inflamatórias à base de plantas, massagem e outra fisioterapia.

    Também é recomendado como prevenção e tratamento:

    1. Recuse maus hábitos, não beba álcool e não fume.
    2. Coma direito. Inclua mais vegetais e frutas na dieta, recuse frituras e outras porcarias.
    3. Vá para esportes. A atividade física é a melhor prevenção da estagnação.

    Prevenção de Prostatite

    Para evitar a doença, o homem precisa seguir medidas para prevenir a inflamação da próstata:

    • nutrição adequada
    • sexo regular
    • bom descanso
    • cargas esportivas sistemáticas racionais,
    • prevenção de infecções sexualmente transmissíveis,
    • evitar hipotermia,
    • exames preventivos anuais de um urologista,
    • ingestão regular de vitaminas e minerais e suplementos alimentares para homens.

    Como qualquer outra doença, a prostatite é mais fácil prevenir do que tratar. No vídeo abaixo, o especialista fala sobre procedimentos obrigatórios para a prevenção dessa doença comum para todos que se preocupam com sua saúde.

    A presença dos efeitos da prostatite depende apenas do próprio homem. Uma doença detectada em tempo hábil pode ser tratada com medicamentos modernos.

    A prostatite é perigosa para as mulheres

    A prostatite é um processo inflamatório que pode ser infeccioso e não infeccioso. Com uma forma não infecciosa da doença, a prostatite congestiva é diagnosticada. Essa patologia ocorre em homens mais velhos e está associada a distúrbios circulatórios relacionados à idade nos órgãos pélvicos, com um estilo de vida passivo e pouco saudável.

    Se a prostatite é perigosa para uma mulher depende da forma da doença. Um processo inflamatório não infeccioso não pode afetar adversamente o corpo feminino, mas a patologia infecciosa pode facilmente levar à infecção dos órgãos do sistema reprodutivo do belo sexo.

    Vários microrganismos provocam prostatite infecciosa, na maioria das vezes são bactérias oportunistas, em particular Escherichia coli, bem como doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia e gonorréia.

    Essas bactérias se instalam na próstata e começam a se multiplicar ativamente. Patógenos são excretados junto com a urina, suco de próstata e esperma. E durante a relação sexual, se um preservativo não for usado, os germes certamente entrarão na vagina.

    Se uma mulher tem uma imunidade forte e é completamente saudável, e a prostatite é provocada por uma flora condicionalmente patogênica, por exemplo, E. coli, é possível que a infecção possa ser evitada. A vagina é protegida por microflora benéfica e ambiente ácido, por isso é difícil para as bactérias se enraizarem.

    Mas se uma mulher tiver disbiose vaginal, mesmo no estágio inicial, ou se ocorrer prostatite no contexto de uma infecção mista ou DST, é muito provável que o parceiro desenvolva um processo inflamatório.

    As seguintes patologias podem ser resultado de relações sexuais desprotegidas com um homem que sofre de prostatite infecciosa:

    • Colpite de várias formas, dependendo da presença de uma infecção específica.
    • Anexite ou inflamação dos apêndices.
    • Endometrite ou inflamação do útero.
    • A cervicite é uma inflamação do canal cervical.
    • Cistite pós-coito e pielonefrite.

    Todas essas doenças são acompanhadas por sintomas desagradáveis, em particular dor no abdome inferior, coceira na vagina. Com danos ao sistema urinário, ocorrem freqüentes desejos e dores durante a micção. E o resultado de lesões genitais pode ser a formação de aderências, tumores e infertilidade.

    Tratamento e prevenção de infecções em mulheres

    Toda mulher deve saber completamente o quão perigosa é a prostatite infecciosa do marido. E não se trata apenas do desenvolvimento da impotência no homem e da deterioração da qualidade de vida sexual de um casal, porque existe o risco de uma doença grave dos órgãos internos.

    O tratamento da inflamação da próstata e suas conseqüências em um homem e uma mulher é realizado aproximadamente da mesma forma, mas um urologista trata um homem e um ginecologista trata uma mulher. Ambos os parceiros recebem antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos. Os bloqueadores alfa são prescritos para homens para eliminar a micção e para as mulheres supositórios vaginais para remover a infecção e a coceira localmente.

    Mas é melhor evitar a infecção do parceiro, pois esse homem deve fazer sexo apenas com preservativo, mesmo que a mulher tome contraceptivos orais ou o seu DIU seja interrompido. Somente um preservativo pode prevenir a infecção, outros métodos contraceptivos apenas evitam uma gravidez indesejada.

    Além disso, para a prevenção de processos inflamatórios, recomenda-se uma mulher:

    • levar um estilo de vida ativo
    • coma direito
    • aderir às regras de higiene pessoal, não abuse da ducha,
    • Evite relações sexuais promíscuas
    • examinado regularmente por um ginecologista.

    É importante observar que um homem pode ter prostatite por culpa de uma mulher, por exemplo, se o parceiro tiver uma infecção na vagina. Além disso, o processo inflamatório pode ocorrer como resultado do sexo anal sem camisinha, caso em que ocorre infecção por Escherichia coli.

    Quão perigosa é a prostatite crônica para um homem

    Um homem deve entender o perigo de prostatite bacteriana por si mesmo. Esta doença é tão difundida que a maioria dos pacientes não atribui muita importância a ela e se recusa a visitar um médico. Contribui para esses sintomas migratórios da prostatite crônica, que às vezes aparecem e desaparecem.

    A prostatite crônica é uma violação muito grave. Em homens jovens que sofrem de prostatite devido a infecção, a doença pode provocar uma grave deterioração na qualidade do esperma, bem como levar à função erétil prejudicada. Além disso, na ausência de terapia, as bactérias se espalham facilmente para os testículos e causam infertilidade.

    A prostatite não tratada pode desencadear as seguintes doenças:

    • Impotência
    • Ejaculação retrógrada,
    • Dor crônica na virilha, especialmente com ejaculação e micção,
    • Incontinência urinária
    • Cistite e pielonefrite no contexto de distúrbios da micção,
    • Urolitíase e pedras na próstata,
    • O desenvolvimento de insuficiência renal crônica,
    • Hiperplasia ou adenoma prostático benigno,
    • Câncer de próstata e morte de pacientes.

    A falta de terapia leva à esclerose da próstata, ou seja, um órgão importante do sistema reprodutivo deixa de funcionar. Como resultado, duas funções muito importantes são completamente interrompidas: reprodutiva e urinária, que afeta mais negativamente um homem de qualquer idade.

    É importante observar que a próstata e os testículos produzem hormônios sexuais masculinos e, quando danificados, essa função também é prejudicada. Essa complicação da prostatite se manifesta como crises de nervosismo nos homens, que podem ser comparados com o comportamento de uma mulher grávida nas últimas semanas. O caráter e o comportamento de um homem mudam completamente, assim como sua aparência.

    Alterações no tecido da próstata

    As consequências das alterações nos tecidos da próstata se manifestam de diferentes maneiras. Mas muitas vezes eles se parecem com isso: dor intensa, ereções piores e micção frequente. Problemas semelhantes são causados ​​por alterações significativas no órgão devido à inflamação progressiva.

    Com o desenvolvimento da doença, há irritação da próstata, bem como seu edema. O órgão cresce de tamanho, o que é acompanhado por certos sintomas devido à compressão da uretra e irritação dos receptores de dor próximos aos tecidos.

    Além dos sintomas graves, as consequências da prostatite para os homens podem levar a várias avarias nas articulações dos tecidos da próstata. Isso é facilitado por um processo inflamatório lento, bem como pela formação de cicatrizes. Quando os tecidos muscular e glandular são substituídos, o desempenho da glândula é prejudicado, que é classificado como esclerose da próstata ou prostatite crônica.

    As conseqüências da patologia com essa forma de curso são extremamente difíceis, e o único tratamento envolve intervenção cirúrgica. Os principais sintomas das alterações escleróticas incluem esses problemas:

    1. Problemas com o esvaziamento livre da bexiga. O processo de micção será problemático e doloroso. Nesse caso, o paciente sofre de desejos frequentes, não consegue descansar normalmente à noite e começa a sofrer um colapso nervoso. O fenômeno é agravado pela inflamação da bexiga e das vesículas seminais:

      • Dor no períneo de um tipo agudo e cortante.
      • Disfunção erétil.

      Na forma crônica, o adenoma da próstata é praticamente incurável sem o uso de técnicas cirúrgicas. As consequências perigosas do problema incluem o aparecimento de urina residual, que gradualmente se acumula nos rins e leva à infecção. Além de sensações desconfortáveis ​​e uma completa perda de ereção, a doença causa insuficiência renal aguda. Tais sintomas não aparecem imediatamente, mas 5 a 10 anos após o início do desenvolvimento. Os fatores predisponentes incluem a velhice, várias formas de aterosclerose vascular, interrupções na circulação sanguínea e hipertensão.

      Para tratar efetivamente a patologia, é necessário o uso de métodos cirúrgicos minimamente invasivos, como a vaporização a laser dos tecidos. O procedimento literalmente vaporiza as áreas alteradas da próstata, aplicando um raio laser.

      Infertilidade na prostatite crônica

      Muitos casais estão interessados ​​em saber por que a prostatite crônica é perigosa ao planejar um filho. No contexto de tal patologia, é muito difícil engravidar naturalmente, a função reprodutiva de um homem sofre muito. E se houver uma infecção bacteriana, uma mulher também pode ter problemas tentando engravidar.

      A próstata produz um líquido muito importante para o esperma, chamado suco de próstata. Esse componente do ejaculado afeta positivamente a atividade dos espermatozóides, forçando-os a mover rapidamente suas caudas com as caudas quando entram na vagina e voam para seu objetivo - para o óvulo. Este é o processo de fertilização com o esperma de um homem saudável.

      Com a prostatite, o suco da próstata altera sua composição; nesse caso, o fluido biológico não tem um efeito positivo no esperma. Ao mesmo tempo, as bactérias presentes no suco da próstata destroem os espermatozóides, impedindo-os de atingir o óvulo.

      Além disso, no contexto de uma doença inflamatória crônica, a espermatogênese é necessariamente prejudicada. No processo de produção de células germinativas, ocorrem várias falhas, de modo que os espermatozóides em homens com prostatite são inativos, geralmente com várias deformações estruturais. Tais células germinativas não serão capazes de percorrer o caminho difícil até o óvulo e certamente morrerão no caminho.

      Além disso, a prostatite geralmente se torna a causa do desenvolvimento da ejaculação retrógrada. Nesse caso, o esperma não sai da uretra, seu refluxo ocorre na bexiga. Naturalmente, neste caso, a concepção é completamente excluída.

      Conclusão

      O que é prostatite perigosa para homens e mulheres deve ser totalmente compreendido. Essa doença afeta muito a qualidade da vida sexual, reduz a fertilidade de um casal e pode causar complicações sérias e até fatais. Portanto, não hesite em visitar o andrologista, é melhor iniciar o tratamento da prostatite imediatamente, independentemente da sua forma.

      Forma crônica

      Na ausência de tratamento complexo, a inflamação da próstata passa para o estágio seguinte, chamado prostatite crônica. O perigo desse tipo de doença não é conhecido por todos, mas assim que os primeiros sintomas graves começam a surgir, surge uma pergunta lógica: de onde eles vieram e como lidar com eles.

      Felizmente, os antibióticos modernos eliminam bem os sintomas comuns., mas depois de tomá-los, você deve passar por um longo curso de terapia para retomar a funcionalidade do órgão. Se você ignorar a necessidade de tratamento, isso aumentará o risco de prostatite crônica lenta. Embora as manifestações dessa patologia sejam raras e estejam relacionadas apenas a freqüentes desejos de urinar, alterações sérias ocorrerão na próstata durante a progressão da doença. No futuro, os sintomas irão piorar, o que pode causar esses problemas:

      1. Dor aguda.
      2. Urina estagnada.
      3. Um aumento da temperatura corporal e outros.

      Durante o exame, o urologista consegue encontrar uma série de alterações na próstata, que aparecem na forma de cicatrizes nos tecidos, irritação e aumento no tamanho do órgão. As consequências do adenoma de próstata do tipo crônico nem sempre se fazem sentir imediatamente, mas são prolongadas e se manifestam após muitos anos.

      A forma crônica da doença atrapalha o desempenho da próstata, o que causa várias alterações no plano hormonal e piora o estado geral do homem. A função reprodutiva e o desejo sexual são afetados. Para eliminar os sintomas, deve-se usar terapia complexa, e seu efeito visa prevenir a complicação dos sintomas.

      Desenvolvimento de adenoma

      Não é segredo que as consequências da inflamação progressiva da próstata nem sempre estão no desenvolvimento do adenoma. Essa doença é uma patologia independente, formada devido à produção excessiva de di-hidrotestosterona com uma diminuição na intensidade da síntese de testosterona. Entre os fatores predisponentes para esse problema estão os seguintes fenômenos:

      1. Fator genético.
      2. Mudanças naturais relacionadas à idade.

      De qualquer forma, a relação entre prostatite crônica e adenoma de próstata já foi comprovada. Nesse caso, um curso lento de inflamação causa vários desvios adicionais, como disfunção orgânica.

      A próstata é um órgão dependente de hormônios, portanto, qualquer falha em seu trabalho afeta adversamente a síntese dos hormônios sexuais masculinos e sua posterior absorção. Além disso, com quaisquer desvios, a produção de hadrógenos, que são um combustível natural para a próstata, é aprimorada. O excesso dessa substância começa a ser absorvido pelos compostos teciduais, o que contribui para o aumento da próstata, bem como inúmeras alterações nos tecidos chamados adenoma ou hiperplasia benigna.

      Entre as principais manifestações da doença, destacam-se a disfunção da bexiga e os problemas com a micção, que priva os pacientes de um estilo de vida normal e os obriga a realizar terapia medicamentosa com cateter.

      Infelizmente, o adenoma da próstata não é tratável, e mesmo métodos cirúrgicos avançados não podem dar 100% de garantia de que as recidivas não se repitam no futuro. A única saída da situação é uma prostatectomia radical. Mas, mesmo após esses procedimentos, o paciente terá que usar medicamentos que bloqueiem a síntese de andrógenos e impedem o re-desenvolvimento da hiperplasia por toda a vida.

      Quanto à conexão entre prostatite e tumores malignos, não foi comprovada cientificamente, mas é ambígua. Patologias oncológicas podem ocorrer em homens que nunca sofreram de prostatite, no entanto, a porcentagem de pacientes que sofreram câncer após processos inflamatórios na próstata é muito maior.

      Insuficiência Urinária

      Muitas vezes, a prostatite crônica leva a graves falhas no sistema urinário. Isso é facilitado pelo inchaço da próstata, que começa a comprimir a uretra e estreitar seu lúmen. Como resultado, um homem normalmente não pode ir ao banheiro, e os sintomas são apenas exacerbados, tornando-se mais pronunciados. Nesse caso, o paciente é perturbado pelos seguintes problemas:

      1. Micção freqüente.
      2. Incapacidade de esvaziar a bexiga normalmente.
      3. Fluxo de urina não forte.
      4. Sensação de dor e queimação na uretra.

      Além disso, a progressão da prostatite é repleta de inúmeras falhas na funcionalidade dos rins. Isso ocorre devido à estagnação de resíduos de urina na bexiga, onde são formadas condições favoráveis ​​à vida dos microrganismos patogênicos. Juntamente com o líquido infectado, agentes nocivos entram nos rins, prejudicando seu desempenho. O processo inflamatório nesses órgãos é perigoso, pois pode provocar o desenvolvimento de insuficiência renal.

      Para se livrar de tais manifestações e evitar movimentos intestinais incompletos, é necessário realizar uma operação e instalar uma válvula. Com sua ajuda, a operação de um sistema desse tipo é estabilizada, mas essa é uma maneira extrema, a qual é usada apenas em casos críticos. Muitas vezes, eles combatem o problema esvaziando a bexiga.

      Disfunção do sistema reprodutivo

      A complicação mais comum da prostatite é uma violação da funcionalidade do sistema reprodutivo, bem como uma diminuição na síntese de hormônios sexuais masculinos, o que aumenta o risco de infertilidade. A primeira coisa que é atacada é a potência, e isso pode não ser devido a um mau funcionamento fisiológico, mas a um fator psicológico devido aos sintomas intensificados.

      À medida que a doença progride e o lúmen diminui na uretra, o processo de erupção das sementes se torna mais difícil. Como resultado, a ejaculação se torna muito longa ou não ocorre. Além disso, um homem não pode ter um orgasmo durante a relação sexual. Como resultado, uma ereção é bastante reduzida e o risco de infertilidade se torna máximo.

      Tais problemas são frequentemente explicados por mudanças na composição do suco de próstata. A prostatite crônica interrompe a passagem normal dos espermatozóides devido a uma redução no número de grãos de lecitina na secreção da próstata. A falta de terapia adequada leva ao desaparecimento completo de tais compostos proteicos, pelo que o paciente perde sua capacidade reprodutiva.

      Para evitar consequências tão críticas, é importante fazer terapia complexa a tempo. Se após o término do curso os problemas com o desejo sexual, a síntese de hormônios sexuais e uma ereção não desaparecerem, você precisará fazer terapia adicional para restaurar a função sexual. É bem possível evitar o agravamento dos sintomas se você não ignorar o problema e iniciar um tratamento complexo. Percebendo a disfunção erétil e a deterioração da qualidade da vida sexual, é necessário consultar um urologista experiente e realizar um diagnóstico dos órgãos pélvicos.

      Complicações psicológicas

      Além das disfunções da próstata e de outros órgãos do sistema geniturinário, a prostatite não tratada pode piorar o funcionamento do sistema nervoso. Como resultado, isso causa as seguintes complicações:

      • Depressão
      • O estado de apatia.
      • Nervos.
      • Síndrome astenica.

      Tais problemas sempre comprometem as funções cognitivas, como memória, atenção e capacidade mental. Em conjunto, isso piora o estado geral do paciente e causa um grande desconforto.

      Desvios no sistema nervoso estão associados a situações estressantes e sobrecarga psicoemocional causada por sintomas de prostatite. Devido a freqüentes desejos noturnos de urinar, o paciente não pode descansar normalmente à noite, o que está repleto de outros distúrbios nervosos.

      Um psicoterapeuta profissional e neurologista ajudará a se livrar das complicações. O médico assistente pode prescrever ao homem um complexo de medicamentos que estabilizam o sistema nervoso e eliminam situações estressantes devido ao aumento da carga no componente psicoemocional. Ênfase particular é dada à luta contra a depressão, que aparece devido à exacerbação do adenoma da próstata. Esta condição ameaça seriamente o sistema nervoso e a psique de uma pessoa.

      Sem dúvida, a prostatite é a doença masculina mais comum e quase ninguém sabe que 7 em cada 10 homens que sofrem dessa patologia morrem devido ao câncer da próstata.

      Particularmente assustador é o fato de a maioria dos pacientes simplesmente não reagir ao aparecimento de sinais sérios dessa patologia e, quando os sintomas se tornam extremamente insuportáveis, os especialistas simplesmente encolhem os ombros e não podem ajudar. Mesmo que um dos sintomas comece a incomodar o homem, ele precisa consultar imediatamente um urologista e obter recomendações atuais sobre novas ações.

      O que é prostatite

      A prostatite é um processo inflamatório localizado nos tecidos da próstata. A doença prossegue na forma aguda e crônica, a segunda é mais comum. No estágio inicial do desenvolvimento, não há manifestações clínicas, portanto a inflamação pode passar despercebida por um longo tempo.

      Mas à medida que a progressão ocorre manifestações:

      • violação de micção
      • potência reduzida
      • dor no períneo.

      O quadro clínico pode variar dependendo da distribuição do processo patológico nos órgãos pélvicos, portanto, o trabalho dos intestinos, rins e bexiga pode ser afetado. Às vezes, o processo infeccioso passa através da linfa e do sangue para órgãos localizados distantes, por exemplo, para os pulmões.

      Qualquer fenômeno inflamatório é ruim para o sistema imunológico. Ou a atividade do sistema de proteção do corpo diminui, o que provoca resfriados freqüentes ou se intensifica, então o homem sofre de alergias e doenças auto-imunes.

      Assim, é impossível descrever tudo o que ameaça a prostatite, pois pode causar um grande número de consequências, o que significa muitos sintomas.

      Os efeitos da prostatite

      As consequências da prostatite nos homensestão associados, em primeiro lugar, a uma mudança no trabalho do próprio corpo, ou melhor, em suas funções:

      Os problemas com uma violação do processo de excreção de urina se manifestam rapidamente: um órgão inflamado comprime a bexiga e o trato urinário, o que leva a sensações dolorosas. Os pacientes se queixam de micção frequente, enquanto uma pequena quantidade de urina é liberada por vez. Muitas vezes, o desejo de acordar à noite e uma diminuição na qualidade do sono levam à irritabilidade e a vários problemas de saúde.

      As complicações da prostatite associadas ao trabalho do sistema reprodutivo se fazem sentir mais tarde. Uma diminuição da libido pode ser desencadeada por dor na virilha. Se o problema já levou ao fracasso em um sentido íntimo, isso pode formar o padrão errado; portanto, com toda intimidade com um parceiro, um homem pode experimentar uma excitação que interfere na potência e na ejaculação.

      Além disso, com a prostatite, há uma diminuição na produção de hormônios masculinos, que afeta não apenas o estado psicológico de uma pessoa, mas também sua aparência. Com a deficiência hormonal, a concentração de hormônios sexuais "femininos" no sangue aumenta, de modo que o corpo é feminizado. Os pêlos do corpo caem, a quantidade de tecido adiposo nos quadris aumenta, as glândulas mamárias aumentam.

      Causas da prostatite

      Existem duas formas de prostatite:

      A prostatite infecciosa é causada por bactérias que podem entrar no órgão através da uretra, rins e bexiga. Com sangue e linfa, as bactérias podem penetrar a partir de órgãos localizados fora da pelve.

      A prostatite congestiva é causada por uma violação do processo circulatório. A próstata é suprida ativamente com sangue e, se problemas com vasos sangüíneos ou coágulos sanguíneos interferem nesse processo, isso afeta o funcionamento do órgão.

      Grupos de risco

      Existem muitas razões para o desenvolvimento de prostatite, mas existem categorias de pessoas com maior chance de encontrar uma doença. Geralmente, a probabilidade de desenvolver uma patologia se correlaciona com a saúde geral. Qualquer doença pode provocar inflamação na próstata, uma vez que uma carga elevada no sistema imunológico pode reduzir os sistemas de defesa do corpo.

      Mas existem várias doenças que provocam prostatite com mais frequência:

      • imunodeficiência, incluindo HIV e imunossupressão com citostáticos e glicocorticosteróides em doenças autoimunes e transplante de órgãos,
      • doenças sexualmente transmissíveis
      • patologia crônica do sistema urinário.

      A prostatite é geralmente a primeira doença que afeta a próstata. Mas às vezes a prostatite se torna uma conseqüência do adenoma, isto é, proliferação de tecido da próstata. Isso leva à interrupção do suprimento de sangue para o órgão. A prostatite é apenas um problema, o que é perigoso adenoma da próstata. Em primeiro lugar, o adenoma é sempre tratado com cirurgia, que muitas vezes causa complicações.

      Estilo de vida

      As patologias somáticas que uma pessoa encontra apenas 20% dependem da genética e de fatores externos. O restante do risco recai sobre o estilo de vida da pessoa.

      Os seguintes fatores afetam negativamente a saúde do sistema reprodutivo:

      • falta de exercício ou, pelo contrário, atividade física muito alta,
      • abstinência sexual prolongada,
      • não observância da rotina diária.

      Além disso, o sexo desprotegido pode ser considerado um fator. Segundo as estatísticas, porém, a prostatite congestiva ocorre em 95% dos casos, enquanto a inflamação no fundo de um agente infeccioso que entra no órgão é observada em apenas 5%. Portanto, um estilo de vida sedentário, a falta de exercício, observado entre os trabalhadores de escritório, os motoristas, é o mais destrutivo.

      Quais podem ser as complicações

      As consequências do perigo de prostatite crônica ou sua forma aguda diferem pouco uma da outra. A diferença é que, no contexto de uma forma aguda, as complicações surgem mais rapidamente.

      1. A vesiculite é uma inflamação da vesícula seminal, que pode ser a causa e o resultado da prostatite. Você pode reconhecer a doença pela dor no abdome inferior e por vestígios de sangue no líquido seminal. O tratamento deve ser longo e completo, caso contrário, a doença leva à infertilidade.
      2. Um abscesso é uma saída de pus da próstata, acompanhada de febre. A condição requer atenção médica de emergência, caso contrário, a intoxicação por sangue pode levar à morte.
      3. A esclerose é a substituição gradual do tecido da próstata por cicatrizes. O corpo afetado não pode desempenhar plenamente suas funções, resultando em infertilidade.
      4. Impotência - perda total ou parcial da capacidade física de participar de relações sexuais.
      5. A pielonefrite é uma inflamação da pelve renal, acompanhada de febre alta e intoxicação grave. Não tratado, pode levar à insuficiência renal.
      6. A cistite é uma inflamação das paredes da bexiga, na qual uma pessoa frequentemente sente um desejo forte e doloroso de urinar, com a liberação de uma pequena quantidade de urina.
      7. A insuficiência renal crônica é uma diminuição da função renal, na qual os néfrons não conseguem realizar a filtração sanguínea por completo. Quando o nível de filtração cai abaixo de um certo limite, a pessoa precisa de um transplante de órgão ou hemodiálise.

      Essas não são todas as consequências da prostatite, mas são essas patologias que podem ser estatisticamente mais comuns.

      Como está a doença?

      O estresse constante na vida cotidiana pode facilmente desencadear o desenvolvimento de prostatite.

      A prostatite é uma doença comum que os homens enfrentam. A patologia tem várias formas que diferem entre si em seus sintomas. De acordo com essa classificação, a prostatite pode ser aguda e crônica.

      A forma aguda da patologia pronunciou sintomas que são simplesmente impossíveis de não notar. As complicações desta prostatite são caracterizadas por febre, fraqueza grave e necessidade de micção frequente, na qual apenas uma pequena parte da urina é excretada.

      Devido à doença, a próstata começa a inchar bastante. Essa alteração não permite que os ductos excretores do sistema geniturinário funcionem normalmente.

      Os sintomas de exacerbação da prostatite podem reconhecer a doença no estágio inicial de desenvolvimento. Tendo encontrado sinais de inflamação, é urgente iniciar o tratamento. Mas, primeiro, é necessário um diagnóstico completo do sistema geniturinário para confirmar a correção do diagnóstico proposto.

      As consequências da prostatite crônica para os homens são bastante graves. Antes de tudo, afetam o funcionamento do sistema geniturinário. O tratamento prematuro da inflamação ameaça o paciente com o desenvolvimento da infertilidade e a formação de um tumor maligno.

      Existem muitas razões diferentes que podem desencadear o aparecimento de prostatite. Os principais são:

      1. Sistema imunológico fraco.
      2. Lesão infecciosa.
      3. Hipotermia do corpo.
      4. Estresse regular.
      5. Contusões e lesões dos órgãos pélvicos.
      6. Estilo de vida inativo.

      Para prescrever tratamento a um paciente, um especialista precisará se familiarizar com os resultados do diagnóstico de seu corpo. Esta é a única maneira de descobrir as causas da doença e determinar sua variedade. Se um homem ignora as medidas de diagnóstico, deve ser informado o que acontecerá se ele não começar a tratar a prostatite em tempo hábil. Esta informação deve ajudá-lo a perceber a seriedade do problema.

      Efeitos comuns da prostatite

      Homens patológicos são freqüentemente deprimidos

      A próstata é um dos órgãos mais importantes do corpo masculino. Sua derrota pelo processo inflamatório pode afetar adversamente o funcionamento de muitos sistemas. A prostatite piora a condição geral de uma pessoa e causa várias complicações, incluindo:

      • insuficiência hormonal
      • violação da função urinária,
      • deterioração mental,
      • distúrbio circulatório,
      • mudança metabólica.

      Todos esses processos afetam o desenvolvimento da prostatite e pioram o bem-estar geral dos homens. Será muito mais difícil curar a doença se essas complicações começarem a se manifestar. Com este curso da doença, a terapia medicamentosa não é suficiente. Será necessário tratamento complexo, que pode levar vários meses ou anos.

      Perturbação do sistema urinário

      A doença leva a uma deterioração do sistema urinário. Devido à inflamação, a próstata incha, resultando em um estreitamento do lúmen de seu canal. Tais mudanças interrompem o processo de micção. Um homem deve saber o que ameaça a prostatite crônica para o sistema urinário e para todo o corpo. Ele também deve estar familiarizado com seus sintomas. A patologia é caracterizada pelos seguintes sintomas:

      1. Necessidade frequente de usar o banheiro.
      2. Um sentimento de plenitude na bexiga.
      3. Diminuição do fluxo de urina.
      4. Queimando na uretra.

      A violação da próstata leva a complicações subsequentes, que incluem disfunção renal. A incapacidade do organismo de lidar com o esvaziamento completo da bexiga resulta na estagnação de resíduos de fluidos, nos quais agentes patogênicos se desenvolvem rapidamente. Eles entram nos rins com urina e provocam sua inflamação.

      Para eliminar a doença inflamatória, pode ser necessária intervenção cirúrgica, seguida pela instalação de uma válvula especial. Permite normalizar o funcionamento do sistema urinário.

      Após o tratamento da prostatite, o trabalho do corpo está melhorando. Os sintomas da doença deixam de incomodar o homem. Se houver sinais da doença, será necessário um segundo exame e outro curso de tratamento

      Disfunção sexual

      Uma doença pode contribuir para uma completa perda de potência se você não a tratar a tempo

      A prostatite leva a uma deterioração do funcionamento dos órgãos genitais masculinos, o que afeta a potência e pode levar à infertilidade.

      O enfraquecimento da ereção subsequentemente leva à impotência. A prostatite crônica é uma séria ameaça aos homens e suas consequências são extremamente perigosas. Eles podem afetar não apenas o íntimo, mas também outras áreas da vida humana. As complicações da inflamação da próstata incluem a ejaculação prejudicada. Esse fenômeno se torna incontrolável. Na maioria das vezes, os homens se queixam de ejaculação precoce.

      Se o tratamento oportuno da prostatite não for iniciado, pode ocorrer infertilidade. Esta doença é frequentemente acompanhada de distúrbios mentais.

      Adenoma e neoplasias malignas

      A doença leva à inflamação da próstata. Uma doença piora seu desempenho, e é por isso que o corpo deixa de lidar com suas tarefas diretas. Alterações na estrutura e função da próstata afetam a microcirculação do sangue. Eles podem levar ao inchaço dos tecidos moles e sua morte gradual.

      Com prostatite, a dor começa ao urinar. Este é um sinal alarmante, que é um motivo sério para visitar o consultório do urologista.

      A doença pode levar à formação de pedras na próstata. Eles são causados ​​por cistos que se formam no tecido glandular. A doença leva a danos ao órgão e sua supuração.A formação de pedras na próstata pode ocorrer juntamente com a transição da patologia para uma forma crônica. Essas formações causam danos ao corpo e prejudicam a circulação sanguínea. As pedras impedem que os nutrientes cheguem ao local da inflamação. Os sinais de que os médicos precisam reconhecer a doença são muito pronunciados. Uma pessoa tem dor durante a micção, evacuação e ejaculação. Esses sintomas só aumentarão se você não tomar medidas urgentes para resolver o problema.

      O adenoma da próstata é um tumor benigno que pode se formar a partir do epitélio ou estroma da próstata. A doença geralmente se manifesta devido à negligência do curso da prostatite.

      O maior perigo é um tumor maligno, que pode aparecer no local de uma próstata inflamada. Diante dessa complicação, correm maior risco os homens com mais de 60 anos de idade que perderam a oportunidade de se livrar da patologia antes do início das complicações.

      Complicações do sistema nervoso

      Homens com prostatite costumam ficar nervosos e em pânico, frustrando seu descontentamento com os outros.

      O tratamento prematuro da prostatite afeta adversamente o funcionamento do sistema nervoso. A doença causa as seguintes complicações:

      • depressão
      • apatia severa
      • doenças psicogênicas.

      Com essas violações, há uma deterioração da memória e concentração. As condições patológicas afetam as habilidades mentais de uma pessoa. Posteriormente, a incapacidade piora significativamente, surgem tensões que podem se tornar crônicas.

      A prostatite em homens de várias formas pode ter os efeitos listados por parte do sistema nervoso.

      Complicações da prostatite bacteriana aguda

      Para curar a prostatite bacteriana, você deve seguir as recomendações do médico. Tentativas independentes de se livrar da doença podem levar a sérias conseqüências que ameaçam a saúde dos homens.

      A prostatite bacteriana aguda pode levar a um curso crônico de patologia. Esta não é a única complicação que causa a doença. As consequências da progressão da inflamação da próstata podem ser as seguintes condições dolorosas:

      • supuração
      • ereção prejudicada
      • impotência
      • infertilidade
      • o aparecimento de uma fístula,
      • distúrbio do sistema nervoso
      • hiperplasia benigna.

      Os médicos alertaram repetidamente aos homens que a prostatite bacteriana aguda tem sérias conseqüências para a saúde. A doença representa uma ameaça para a vida humana e, portanto, devem ser feitas tentativas para eliminá-la usando métodos tradicionais de terapia.

      Por que a doença se repete e volta

      O uso sistemático de álcool enfraquece o corpo e pode levar ao re-desenvolvimento da doença

      A prostatite é uma patologia que leva a uma deterioração do funcionamento do sistema geniturinário. A doença pode levar a complicações significativas. Portanto, você deve ter cuidado com sua saúde e consultar um médico para quaisquer sinais da doença. É importante saber a que a doença leva e que sintomas de prostatite ocorrem nos homens.

      Uma doença pode ocorrer se as seguintes regras não forem seguidas:

      1. Evite hipotermia.
      2. Não abuse de álcool.
      3. Mova mais e faça exercícios.
      4. Escolha a nutrição certa.

      Para evitar a recorrência da doença, é necessário cumprir rigorosamente as instruções propostas pelo médico. Você também precisa aprender a cuidar de sua própria saúde e a se proteger da influência de fatores adversos que levam à prostatite.

      O perigo de prostatite para mulheres

      A prostatite congestiva, não onerada por outras complicações, não representa perigo para o parceiro sexual de um homem. Mas a forma infecciosa da doença pode causar infecção, uma vez que os microorganismos patogênicos podem ser transmitidos durante o contato íntimo com o fluido seminal.

      Em contato íntimo com um homem que sofre de prostatite, uma mulher corre o risco de enfrentar:

      • colpite,
      • anexexite
      • endometrite
      • cervicite
      • cistite pós-coito
      • pielonefrite.

      Você pode reduzir o risco de infecção seguindo as instruções de um estilo de vida saudável, no qual o sistema imunológico pode lidar melhor com fontes externas de infecção. Também é importante usar métodos de barreira de proteção.

      O tratamento de doenças provocadas pela prostatite masculina é realizado por um ginecologista. Para terapia, são necessários antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos.

      A prostatite pode causar infertilidade

      Infertilidade é o que causa prostatite crônica nos homens. Qualquer processo inflamatório leva a uma diminuição da função dos órgãos, devido à formação de fibrose. As aderências na próstata impedem que o esperma escape, portanto a qualidade do esperma é significativamente reduzida. Se um homem tem uma forma bacteriana de prostatite, então os espermatozóides podem não apenas sair, eles morrem. Com uma diminuição na produção de suco prostático, a atividade espermática pode diminuir, de modo que eles serão incapazes de conceber.

      Além disso, a prostatite pode levar à ejaculação retrógrada, na qual o fluido seminal não sai durante a ejaculação, mas é jogado na bexiga.

      Mesmo que a inflamação dos tecidos da próstata não leve à impotência, os sintomas da patologia podem reduzir a probabilidade de concepção. Em primeiro lugar, os pacientes têm problemas com a ejaculação se as terminações nervosas estiverem envolvidas no processo inflamatório. Em segundo lugar, uma pessoa pode enfrentar problemas psicológicos, por exemplo, medo de falhar com a intimidade.

      Finalmente, as conseqüências da prostatite incluem a infecção do parceiro por uma infecção que impede a gravidez.

      Diagnóstico e tratamento de prostatite

      O diagnóstico de prostatite inclui exame, histórico médico e palpação retal. Normalmente, isso é suficiente para diagnosticar uma patologia.

      Para excluir outras doenças no contexto da prostatite, são prescritos os seguintes:

      • ultra-som transretal,
      • Análise PSA
      • espermograma
      • análise do suco de próstata para infecção,
      • análise clínica de sangue e urina,
      • ressonância magnética e computada.

      O exame deve ser realizado imediatamente após o aparecimento dos primeiros sinais de patologia. Porém, após 40 anos, o diagnóstico para fins preventivos deve ser realizado pelo menos uma vez por ano.

      O tratamento da prostatite depende de sua causa. A inflamação da próstata de origem bacteriana é mais difícil, mas a terapia requer apenas um curso de antibióticos de amplo espectro ou aqueles selecionados levando em consideração os resultados da cultura bacteriana. Como terapia sintomática, analgésicos e antipiréticos podem ser usados.

      Com prostatite congestiva, é importante eliminar a causa de distúrbios circulatórios. Os vasoconstritores podem ser utilizados, por exemplo, rutina ou ácido ascórbico, medicamentos para normalizar o colesterol no sangue, anticoagulantes. O plano terapêutico deve ser elaborado por um médico, caso contrário a patologia pode progredir.

      Se a inflamação da próstata já provocou o desenvolvimento de complicações, os sintomas da prostatite nos homens e suas conseqüências devem ser realizados simultaneamente.

      Os principais sintomas da prostatite nos homens, provocando fatores

      A prostatite, dependendo das causas e sintomas, é crônica aguda, crônica, bacteriana, crônica e assintomática. Para todas as formas da doença, esses sinais geniturinários são característicos:

      • queimando
      • micção dolorosa
      • a presença de micção constante,
      • dificuldade em urinar
      • ejaculação difícil ou dolorosa,
      • dor na área entre o escroto e o reto,
      • dor na região lombar e sensação de plenitude do reto.

      A forma aguda da corrente. Ocorre quando exposto a uma infecção bacteriana e é grave. O paciente experimenta fortes dores na área genital, calafrios, febre. A fase aguda requer tratamento oportuno, pois existe o risco de complicações graves.
      Bacteriano crônico. Na maioria dos casos, o agente causador é E. coli. Os sintomas manifestados são idênticos à forma aguda, mas são letárgicos.
      Prostatite crônica. É caracterizada por dor pélvica que acompanha uma pessoa por 3 meses ou mais. Ao mesmo tempo, estudos de laboratório não revelam uma zona patogênica.
      Prostatite assintomática. Ele procede praticamente sem manifestações. Frequentemente encontrado durante um exame regular com um médico ou após os resultados de um exame histológico, quando o tecido da próstata serve como uma amostra para análise.
      . Os provocadores potenciais da doença são:

      • difícil detectar bactérias
      • inflamação
      • Depressão
      • estresse
      • problemas mecânicos ou neuromusculares nos músculos pélvicos.

      A prostatite é bem diagnosticada e tratada se você procurar ajuda médica a tempo.

      Uma forma aguda de prostatite. As consequências de diferentes tipos de doenças

      A infecção causada por bactérias se espalha da uretra (possivelmente do reto) para a próstata, o que causa inflamação e manifestação de sintomas dolorosos. À medida que a glândula afetada se torna mais inchada, o paciente pode experimentar dificuldades mais pronunciadas com a micção. O fluxo de urina se torna fraco. Se você não conseguir urinar, em tal situação, serão necessários cuidados médicos de emergência. Isso geralmente significa que a próstata está tão inchada que bloqueia completamente o fluxo de urina.
      A prostatite causa várias complicações, que podem incluir o seguinte:

      • o tipo agudo de doença se torna crônico,
      • obstrução da bexiga ou atraso na produção de urina,
      • abscesso prostático
      • propagação da infecção na corrente sanguínea (bacteremia / sepse).

      A prostatite provoca muitas consequências mais graves. Eles podem afetar doenças concomitantes da próstata, por exemplo, a formação de pedras na próstata, cistos.
      A forma aguda da doença pode levar a problemas na atividade sexual como:

      • disfunção erétil,
      • dor após a relação sexual
      • impotência
      • ejaculação precoce.

      Muitas vezes, a prostatite e suas conseqüências, uma das quais, a mais grave, é a impotência, causam danos à saúde em nível psicológico. Sob a influência da doença, os hormônios masculinos, devido aos quais o desejo sexual ocorre, são produzidos em quantidades muito menores. A disfunção sexual começa a voltar ao normal somente após 1 ano.
      Em casos raros, a doença também pode levar à formação de tecido cicatricial. Isso é principalmente característico de situações com doença bacteriana avançada. O tecido cicatricial se torna um obstáculo ao movimento normal dos espermatozóides.

      Medidas preventivas

      Para descobrir o que causa a prostatite, vale considerar que os danos à saúde masculina causados ​​por ela estão na base da ativação da síntese de substâncias nocivas ao organismo que provocam o desenvolvimento de processos oncológicos.
      Além dos efeitos adversos, a prostatite também é perigosa porque vários anos podem ser assintomáticos. Os homens precisam consultar um urologista pelo menos uma vez por ano e realizar as pesquisas necessárias.
      Além disso, para se proteger da prostatite, você precisa seguir essas regras e recomendações:

      • Atividade física. Para evitar distúrbios circulatórios na região pélvica, que podem levar à prostatite, corrida, caminhada, natação, futebol, vôlei ajudarão.
      • Exercícios de força, ciclismo e um estilo de vida sedentário ajudarão a desencadear doenças.
      • Nutrição adequada. Você precisa limitar-se a alimentos gordurosos e apimentados, frituras, introduzir mais vitaminas e minerais na dieta. Álcool com prostatite e tabagismo causam grandes danos à saúde dos homens.
      • Vida sexual segura. As infecções sexualmente transmissíveis podem causar prostatite. É imperativo proteger-se e, se aparecerem sintomas desagradáveis, procure urgentemente o médico.
      • Vida sexual regular. Para uma circulação estável da próstata, você precisa realizar uma vida sexual regular. A norma é considerada relação sexual 2-3 vezes por semana, mas não mais de uma por dia. Relações sexuais interrompidas e troca frequente de parceiros afetam negativamente a saúde dos homens.

      Mais frequentemente, os homens procuram ajuda médica quando não conseguem tolerar a dor e a doença adquiriu um curso crônico. Em casos avançados, o tratamento leva mais tempo, sem garantias de manifestações inflamatórias repetidas.

      Comentários de pacientes e médicos

      1. Valery, 46 anos: “Lamento ter ignorado anteriormente as informações sobre o risco de prostatite nos homens. Eu fui diagnosticado há 4 anos, eles recomendaram mudar minha dieta e mudar mais, mas eu continuava adiando para mais tarde. Recentemente fui ao hospital com uma complicação - inflamação dos rins ".
      2. Yaroslav, 51 anos: “Pela minha própria experiência, conheço o perigo de adenoma de próstata nos homens: em mim isso levou à prostatite. Apenas duas doenças em um órgão são muito mais difíceis de transportar do que uma. ”
      3. Sergey Pavlovich, urologista: “Todo homem que se preocupa com sua saúde deve conhecer o perigo de prostatite nos homens. Os sintomas se desenvolvem gradualmente, mas precisam ser reconhecidos. "Existem três sinais principais que devem consultar imediatamente um médico: dor no períneo, dificuldade em urinar e uma diminuição na potência".

      Assista ao vídeo - o que é prostatite perigosa:

    Deixe O Seu Comentário